Perguntas Mais Frequentes

1
  • Aquisição/construção de um primeiro imóvel afecto à actividade turística
  • Expansão da actividade
    • Aquisição/construção de novos imóveis turísticos
    • Obras de remodelação/ampliação em imóveis turísticos
  • Reorientação estratégica de empresas turísticas
2

Empresas, em especial PME, economicamente viáveis, que necessitem de:

  • saneamento, estabilização e consolidação;
  • modernização;
  • redimensionamento.
3

Não, só podem ser adquiridos pelo FIEAE, os imóveis integrados no património das empresas e utilizados no desenvolvimento das respectivas actividades.

4

O prazo será fixado em função das características próprias de cada operação, com um mínimo de 5 anos.   

5

O valor proposto pelo promotor será objecto de análise pela Turismo Fundos. O valor terá como limite máximo média das duas avaliações imobiliárias efectuadas por peritos avaliadores imobiliários registados na CMVM.

6

FIIFT’s: mediante submissão do formulário da candidatura.
FIEAE: envio da ficha de processo e dos elementos identificados na check-list, sugerindo-se um contacto prévio, neste caso.

7

O tempo de análise irá depender da celeridade com o que o Promotor disponibiliza a informação solicitada.